Menu
RSS

Dado Villa-Lobos esclarece 'retorno' da Legião Urbana

  • Por 
Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá - Foto: Reprodução Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá - Foto: Reprodução

Muita gente ficou surpreso com a notícia do dia 28 de agosto de que a Legião Urbana voltaria à ativa em outubro com Marcelo Bonfá, Dado Villa-Lobos, Formigão (do Planet Hemp) e André Frateschi no lugar de Renato Russo.

Segundo informações, a banda estaria iniciando uma nova fase com uma turnê que começaria pelo Rio de Janeiro. Desde outubro de 1996, após a morte de Renato Russo, o grupo de Brasília se reuniu apenas uma vez em um show tributo para a MTV, com o ator Wagner Moura, em 2012.

Mas a história do retorno não é exatamente essa. Dado Villa-Lobos deu uma entrevista exclusiva ao Ligado à Música, e esclareceu que a ideia da reunião é comemorar os 30 anos de lançamento do primeiro álbum do grupo, “Legião Urbana”.

“É apenas uma comemoração dos 30 anos do disco”, garante Dado. “O André será uma espécie de MC cantor. Eu e Bonfá cantaremos algumas e haverá ainda convidados como o Jonnata Doll, Lia Paris e Paulo Miklos. O que houve foi um grande ruído de comunicação”. Quanto às críticas pela escolha de Frateschi para os vocais, o guitarrista esclarece: “André não vai assumir posto nenhum. É um grande amigo, artista e cantor, que quando criança acompanhou a excursão da Legião com a peça ‘Feliz Ano Velho’, junto com sua mãe, que interpretava Eunice, mãe de Marcelo Rubens Paiva na peça”.

A direção do espetáculo que já está em fase de ensaio, ficará a cargo de Felipe Hirsch. No repertório, ainda não está totalmente definido, os clássicos do álbum de estreia, como “Será”, “Geração Coca-Cola” e “Ainda É Cedo”. A gravadora Universal Music planeja lançar uma edição comemorativa dos 30 anos do disco.

Fonte: Ligado à Música

Deixe seu comentário

Voltar ao topo
Info for bonus Review bet365 here.